O presente trabalho foi conduzido com o objetivo de pesquisar os efeitos que o esporte e a atividade física podem exercer nas alterações do equilíbrio estático nas pessoas idosas. Materiais e Métodos: Para o estudo foram recrutadas 30 pessoas saudáveis, de ambos os sexos e de idade entre 65 e 75 anos. Os sujeitos que resultaram capazes preencheram o questionário Minnesota sobre a atividade física praticada e fizeram 6 testes diferentes na plataforma estabilométrica, dependendo das indicações do Smart Balance Master da Neurocom International. Os dados foram submetidos ao teste, de tipo não paramétrico, de Wilcoxon e Mann-Whitney. P &lt; 0,05 foi considerado significativo. Discussão: A análise dos dados não evidenciou diferenças significativas na comparação entre os grupos (0,1 < p&lt; 0,9). Não obstante isso é importante evidenciar que, em quase todas as variáveis examinadas, os valores mostram claras diferenças em favor da população esportiva (nos sujeitos esportivos: redução média SUP= 0,05±0,07cm2; redução média X= 0,07 ± 0,06cm; redução média Y= 0,06 ± 0,09cm). Isso nos leva a afirmar que a prática de atividade esportiva, na idade avançada, tem um papel não indiferente nas capacidades de manutenção do equilíbrio estático, se comparada com a atividade física.

Esporte e atividade física na idade avançada: incidência nas alterações do equilíbrio.

FOSCHI, ELIA;TENTONI, CLAUDIO;BELLI, GUIDO;PEGREFFI, FRANCESCO;MAIETTA LATESSA, PASQUALINO
2010

Abstract

O presente trabalho foi conduzido com o objetivo de pesquisar os efeitos que o esporte e a atividade física podem exercer nas alterações do equilíbrio estático nas pessoas idosas. Materiais e Métodos: Para o estudo foram recrutadas 30 pessoas saudáveis, de ambos os sexos e de idade entre 65 e 75 anos. Os sujeitos que resultaram capazes preencheram o questionário Minnesota sobre a atividade física praticada e fizeram 6 testes diferentes na plataforma estabilométrica, dependendo das indicações do Smart Balance Master da Neurocom International. Os dados foram submetidos ao teste, de tipo não paramétrico, de Wilcoxon e Mann-Whitney. P < 0,05 foi considerado significativo. Discussão: A análise dos dados não evidenciou diferenças significativas na comparação entre os grupos (0,1 < p< 0,9). Não obstante isso é importante evidenciar que, em quase todas as variáveis examinadas, os valores mostram claras diferenças em favor da população esportiva (nos sujeitos esportivos: redução média SUP= 0,05±0,07cm2; redução média X= 0,07 ± 0,06cm; redução média Y= 0,06 ± 0,09cm). Isso nos leva a afirmar que a prática de atividade esportiva, na idade avançada, tem um papel não indiferente nas capacidades de manutenção do equilíbrio estático, se comparada com a atividade física.
2010
E.Foschi; P.Maietta Latessa; C.Tentoni; L.Campioli; G.Belli; F.Pegreffi.
File in questo prodotto:
Eventuali allegati, non sono esposti

I documenti in IRIS sono protetti da copyright e tutti i diritti sono riservati, salvo diversa indicazione.

Utilizza questo identificativo per citare o creare un link a questo documento: https://hdl.handle.net/11585/93293
 Attenzione

Attenzione! I dati visualizzati non sono stati sottoposti a validazione da parte dell'ateneo

Citazioni
  • ???jsp.display-item.citation.pmc??? ND
  • Scopus ND
  • ???jsp.display-item.citation.isi??? ND
social impact