A emergência da Covid-19 nas experiências federais: o caso do Brasil